Seta

Dayanna Maia

Começando na dança aos 10 anos e descobrindo um amor pelos palcos e pelas apresentações, aos 15 Dayanna entrou pro teatro amador no colégio e aos 17 para faculdade de Artes Cênicas na CAL. Pela faculdade ficou em cartaz com 4 peças teatrais: Bailei na Curva – Júlio Conte, Delicioso Lugar – Samuel Beckett, Don Juan – Bertold Brecht e Marca Registrada. Atuando também como: “Maria Luiza” em “Boca de Ouro” de Nelson Rodrigues; Personagem “C” em “As Três Mulheres Altas” de Edward Albee; “Mary Tyrone” em “Uma Longa Jornada Noite Adentro” de Eugene O’neill; “Nora” em “Casa de Bonecas” de Henrik Ibsen; “Blanche” em “Um Bonde Chamado Desejo” de Tennense Williams; “Sra. Martin” em “A Cantora Careca” de Eugène Ionesco; Entre outros...
No ano de 2016, um pouco antes de se formar, se tornou integrante pioneira na, até então recém-formada, Cia. Teatro de Acácia. Iniciando assim uma pesquisa voltada para o trabalho de Plínio Marcos em “A Mancha Roxa”. Após muitos meses de improviso e leitura, o grupo percebeu que a peça de Plínio – Até então o propósito de montagem – teria caído por terra após várias ideias e propostas autorais que foram um guia na criação da Peça autoral do grupo – Peça Efêmera –.
Na preparação para Efêmera o grupo contou com a direção de movimento de Mariana Rosa, que ministrou por mais de seis meses consecutivos uma imersão ao Teatro Laboratório possibilitando um contato prático e intenso com o Training e o conceito de via negativa de Grotowsky.
Durante o processo de criação e montagem da Peça, o grupo realizou sua primeira Residência Teatral na “Rampa, Lugar de Criação” em Copacabana. Onde trabalharam por quatro meses até a primeira temporada do espetáculo que encerrou em Maio de 2017 onde além de atriz Dayanna também trabalhou como umas das figurinistas.
Nesse percurso Dayanna e seu grupo ficaram a frente da produção de alguns eventos para arrecadação de fundos para a Cia: “A primavera das Acácias” na Casa da Música - Lapa onde Dayanna realizou sua primeira exposição de poemas autorais e o “Outono das Acácias”: Sarau realizado na própria “Rampa, Lugar de Criação”. Se interessando muito por desenvolver a escrita frequentou um Workshop ministrado por Jô Bilac proporcionado pela CAL: “Roteiro e Dramaturgia”.
Em Setembro de 2017 o grupo concorreu no Festival de Teatro de Guaranésia (FETEG) – Minas Gerais recebendo quatro indicações: Melhor texto; direção; figurino; melhor espetáculo e dois prêmios: Melhor elenco e melhor produção musical. Dayanna recebeu seu primeiro prêmio de melhor atriz.
Depois de formada foi chamada para uma participação na TV na novela “Rock Story” – Rede Globo. Logo após recebeu uma bolsa de estudos na CNartes, realizando por três meses um curso de interpretação para TV e Cinema com a diretora Cininha de Paula e paralelo cursou a Reis Oficina de Atores com Marcos Reis.

Currículo

Televisão
2017 - Rock Story - Rede Globo
Participação

Teatro
2017 - Efêmera
Autor: Rodrigo Lima e Gabriel Albuquerque
Direção: Rodrigo Lima
Personagem: Leandra
2016 - Marca Registrada – Livre adaptação de seriados televisivos
Autor: Criação coletiva inspirada em seriados.
Direção: Menelick de Carvalho
Personagem: Fernanda
2015 - Don Juan
Autor: Bertold Brecht
Direção: Adriana Maia
Personagem: Mathurine e Ragotin
2015 - Delicioso Lugar – Coletânea de peças: Samuel Beckett
Autor: Samuel Beckett
Direção: Marcelo Morato
Personagem: Clov – Fim de partida
2014 - Bailei na Curva
Autor: Júlio Conte
Direção: Antônio De Bonis
Personagem: Betiranha

Cinema
2016 - Duas de mim
Direção: Cininha de Paula
Assistência de Direção: Alex Cabral
2015 - Sucumbira (Curta)
Autora: Raiza Leão
Direção: Raiza Leão

Esquete
2016 - Mantenha fora do alcance do bebê
Autora: Silvia Gomes
Direção: Clovis Levi
Realização: Banca – 5º período – CAL
2016 - A cantora careca
Autor: Eugene Ionesco
Personagem: Sra. Martin
Direção: Clovis Levi
Realização: Banca – 5º período – CAL
2014 - Uma longa jornada noite adentro
Autor: Eugene O’Neill
Personagem: Mary Tyrone
Direção: Álvaro de Sá
Realização: Aula de literatura dramática – CAL
2014 - Um bonde chamado desejo
Autor: Tennense Willians
Personagem: Blanche
Direção: Álvaro de Sá
Realização: Aula de literatura dramática – CAL
2014 - Casa de Bonecas
Autor: Eugene O’neill
Personagem: Nora
Direção: Álvaro de Sá
Realização: Aula de literatura dramática – CAL
2014 - Boca de Ouro
Autor: Nelson Rodrigues
Personagem: Maria Luiza
Direção: Clovis Levi
Realização: 1º avaliação prática, aula de interpretação – CAL
2014 - As três mulheres altas
Autor: Edward Albee
Personagem: C
Direção: Clovis Levi
Realização: 2º avaliação prática, aula de interpretação – CAL

Prêmios
2017 - Festival de Teatro de Guaranésia – Minas Gerais (FETEG)
Peça: Efêmera
Indicações: Melhor texto, melhor direção, melhor espetáculo, melhor figurino e melhor trilha sonora original
Prêmio: Melhor atriz
2016 - Festival Nacional de Teatro de Duque de Caxias – Rio de Janeiro
Peça: Efêmera
Período: Novembro de 2017
Indicações: Melhor direção; Melhor atriz; Melhor figurino e Trilha sonora

Formação
2014 / 2016 - Faculdade CAL de Artes Cênicas – Casa das Artes de Laranjeiras

Cursos
2017 - Workshop com Jô Bilac – Roteiro e dramaturgia
Realização: CAL – Casa das Artes de Laranjeiras
Ministrado por: Jô Bilac
2017 - Reis Oficina de Atores
Oficina de estudos
Realização: Reis Oficina de Atores
Ministrado por: Marcos Reis
2017 - Oficina de interpretação para TV e Cinema
Realização: CN Artes.
Ministrado por: Cininha de Paula
2016 / 2017 - Treinamento Físico para atores
Realização em 2016: CAL
Realização em 2017: Espaço Rampa, Lugar de criação, Copacabana
Ministrado por: Mariana Rosa
2015 - Grupo Grotowski
Grupo voltado para pesquisa sobre Grotowski e seus métodos
Realização: Instituto do Ator, Lapa, Rio de Janeiro
Ministrado por: Celina Sodré

2 1 2 1 1